…feromônio sexual é “isca” para inseto do greening; usina vai produzir biogás a partir de resíduos orgânicos e de lodo

 

SAÚDE

Em busca da cura para o HIV
MCTIC – Cientistas da USP – Universidade de São Paulo e da Louisiana State University (LSU), dos Estados Unidos, conseguiram um feito inédito: matar células infectadas com HIV, inclusive as “adormecidas”, sem causar danos a células saudáveis. Tudo isso graças à proteína pulchellina, que é produzida a partir de uma planta típica da região Nordeste do Brasil.
Veja o vídeo aqui

Vacina de células-tronco consegue barrar desenvolvimento de cânceres
O Globo (Cesar Baima) RIO – Uma vacina feita com células-tronco derivadas do próprio paciente pode se tornar mais uma poderosa arma no arsenal dos médicos na luta contra o câncer. Experimento realizado por cientistas da Universidade de Stanford, nos EUA, com camundongos revelou que a técnica conseguiu barrar ou frear o desenvolvimento de tumores de mama, pulmão e pele nos animais, numa chamada “prova de conceito” que mostrou seu potencial para o tratamento e controle da doença no futuro.
Veja a íntegra da matéria aqui

Unesp Botucatu desenvolve polímero que regenera ossos
Jornal Destak – Uma pesquisa translacional de biológicos realizada pelo CEVAP (Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos) da Unesp Botucatu, permitiu agilizar a transferência de resultados de pesquisa básica para pesquisas clínicas, associando variados tipos de conhecimentos médicos na prática, a fim de produzir benefícios reais para a comunidade.
Veja a íntegra da matéria aqui

Óleos de buriti, urucum e cenoura têm potencial para tratar a acne
Jornal da USP – Os compostos integraram uma emulsão que foi testada “in vitro” e mostrou eficácia contra a doença em seu primeiro grau.
Veja a íntegra da matéria aqui

Semente de soja é opção para produzir substância usada no combate à AIDS
Agência Brasil (Olga Bardawil) O estudo feito em parceria com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH, sigla em inglês), a Universidade de Londres e o Conselho de Pesquisa Científica e Industrial da África do Sul (CSIR, sigla em inglês) comprovou que sementes de soja geneticamente modificadas podem se constituir em biofábrica para a cianovirina, proteína muito eficaz no combate à aids.
Veja a íntegra da matéria aqui

AGRICULTURA

Feromônio sexual de inseto transmissor do greening é identificado
Um grupo de pesquisadores vinculados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Semioquímicos na Agricultura – um dos INCTs apoiados pela FAPESP e pelo CNPq no Estado de São Paulo – identificou e sintetizou o feromônio sexual do psilídeo asiático. A substância pode servir de “isca” em armadilhas para atrair e matar o inseto, impedindo o acasalamento.
Veja a íntegra da matéria aqui

Saiba mais sobre o INCT de semioquímicos na Agricultura

 

ENERGIA

Usina passa a produzir biogás a partir de resíduos orgânicos e lodo de esgoto
Agência Brasil (Helena Martins) Pela primeira vez, uma usina produzirá energia, no Brasil, a partir da combinação entre resíduos orgânicos e lodo de esgoto. Nesta semana, a CS Bioenergia, formada pela estatal Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e pelo grupo Cattalini Bio Energia, recebeu Licença de Operação do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para geração de biogás, no Paraná. A expectativa é que a operação estimule a adoção da tecnologia em outros estados.
Veja a íntegra da matéria aqui

Petrobras estuda produzir biodiesel a partir de microalgas
Agência Brasil – A Petrobras trabalha no desenvolvimento de uma tecnologia pioneira para produzir biodiesel de microalgas – alternativa aos combustíveis derivados do petróleo, que pode ser usada em carros e ou qualquer outro veículo com motor a diesel.
Veja a íntegra da matéria aqui

GENÉTICA

Risco de bebês serem afetados pelo zika é ligado a padrão genético
Jornal da USP – Um estudo com gêmeos, em que um foi afetado pela síndrome congênita do zika vírus e outro não, mostrou pela primeira vez que há uma explicação genética para o fato de nem todas as gestantes infectadas darem à luz bebês com problemas neurológicos. Os resultados da pesquisa, conduzida pelo Centro de Estudos do Genoma Humano e Células-Tronco da USP, foram publicados nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, na revista inglesa Nature Communications. A estimativa é de que 6% a 12% das gestantes infectadas pelo vírus terão bebês nascidos com a síndrome, que inclui a microcefalia.
Veja a íntegra da matéria aqui