...resíduos de peixes têm ômega-3; novo arroz é até um terço mais produtivo; em busca da reciclagem do isopor…

Energia
Área de biorrefinarias pode gerar investimentos de R$ 400 bilhões
O Estado de S.Paulo – O segmento de biorrefinarias, que transforma resíduos agrícolas em energia e combustível, por exemplo, pode gerar investimentos diretos e indiretos de US$ 400 bilhões até 2020 no Brasil, segundo dados da Associação Brasileira de Biotecnologia Industrial (ABBI). Saiba mais sobre o Prêmio Brasil Bioeconomia
Veja a matéria aqui

Estudo pioneiro mostra alternativa para produção de biocombustível e bioprocessos
O retorno à Universidade Federal de Alagoas do engenheiro químico Carlos Eduardo de Farias Silva, desta vez para o pós-doutorado no Instituto de Química e Biotecnologia (IQB), vai impulsionar ainda mais a área de pesquisa da dinâmica unidade acadêmica ao se integrar ao Grupo de Eletroquímica. O motivo é o estudo pioneiro em Alagoas que visa a produção industrial de biocombustível/bioprocessos a partir de micro e macroalgas.
Veja matéria aqui

Saúde
Plataforma usa inteligência artificial para diagnosticar Zika e outros patógenos
Karina Toledo (Agência FAPESP) Uma plataforma capaz de diagnosticar diversos tipos de doenças, com alto índice de precisão, por meio de marcadores metabólicos encontrados no sangue de pacientes foi desenvolvida por cientistas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
O método alia a tecnologia de espectrometria de massas, que permite identificar dezenas de milhares de moléculas presentes no soro sanguíneo, com um algoritmo de inteligência artificial capaz de encontrar padrões associados a enfermidades – tanto de origem viral, como bacteriana, fúngica e até mesmo genética.
Veja a matéria aqui

Alimentos
Empresa produz nanocápsulas de ômega-3 para a indústria de alimentos
Marcos de Oliveira ( Pesquisa para Inovação) A empresa Funcional Mikron, de Valinhos (SP), desenvolveu um processo de produção de ômega-3 para compor cápsulas e ingredientes para a indústria alimentícia. O ômega-3 é uma gordura poli-insaturada encontrada em peixes e crustáceos e consumida como um suplemento alimentar para combater altos índices de triglicérides e colesterol ou mesmo para evitar as demências senis.
Veja a matéria aqui

Pesquisa encontra ômega 3 em vísceras de surubim e tambaqui
Estudo identificou ômega 3 nas vísceras de tambaqui (Colossoma macropomum) e do Surubim (Pseudoplatystoma sp.). Normalmente utilizadas pela indústria de pescado na produção de suplemento para ração animal, produção de biocombustível e até como adubo, a descoberta abre a possibilidade para um uso mais nobre do resíduo, como a produção de cápsulas de ômega 3, espécie de gordura benéfica à saúde humana.
Veja a matéria aqui

Agroindústria
Cientistas decifram relação entre o DNA e a qualidade da carne de Nelore
Pesquisadores deram um passo importante no uso da informação genética para melhorar a qualidade da carne e a eficiência alimentar em bovinos da raça Nelore. Eles conseguiram identificar regiões do genoma que controlam a expressão dos genes relacionados a essas características. O avanço permitirá o uso da biotecnologia para realizar melhoramentos com mais precisão no intuito de obter animais com desempenho zootécnico aprimorado e que ofereçam carne de melhor qualidade, características extremamente interessantes para o mercado. A raça Nelore é a mais comum no Brasil e responde por 80% do rebanho bovino nacional.
Veja a matéria aqui

Novo arroz da Embrapa, lançado na Agrotins 2018, permite até um terço a mais de produtividade
“Essa cultivar veio agregando uma produtividade muito grande em cima dos materiais que até então a gente tinha que vinham do Sul do Brasil. Nós chegamos a agregar 35% de produtividade com essa cultivar em relação às outras cultivares Clearfield que até então tínhamos no mercado”. É essa a opinião de Fausto Garcia, diretor da Uniggel Sementes, empresa licenciada pela Embrapa para a produção e a comercialização da BRS A702 CL, nova variedade de arroz.
Veja a matéria aqui

Ambiente
Por causa de incêndio em laboratório, aluna do Ceará descobre material que pode conter vazamento de petróleo
G1 (Cinthia Freitas) Natural do distrito de Ema, a seis quilômetros de Iracema, município com pouco mais de 13 mil habitantes no interior do Ceará, a estudante de 19 anos Myllena Cristyna da Silva fez uma descoberta científica após provocar um incêndio no laboratório da escola onde cursou o ensino médio. O incidente resultou em uma pesquisa de reciclagem de isopor e na geração de um material que pode ser usado para blindar o vazamento de petróleo no mar, contribuindo para a redução de um dos maiores problemas de poluição ambiental em todo o mundo.
Veja a matéria aqui

Gestão
Especialistas fazem alerta sobre transformação do CBA em organização social
O novo dirigente do Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), José Luiz Zanirato, analisa com certa cautela a transformação da instituição em Organização Social (OS), uma tentativa de emplacar uma personalidade jurídica para dar liberdade ao centro de pesquisa poder negociar comercialmente suas descobertas e protocolos de aplicação em escala industrial. Atualmente, o CBA funciona como braço da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) com subordinação direta ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), responsável por pagar as contas do instituto.
Veja a matéria aqui

Finep apoia a primeira startup de Biotecnologia do país
Na última semana, a FINEP Startups divulgou o resultado da 2a Rodada de Investimentos do Programa de Investimento em Startups Inovadoras, com a lista das 25 startups brasileiras selecionadas para receberem um investimento de até R$ 1 milhão. A Integra Bioprocessos e Análises é a única empresa do setor de biotecnologia e também a única empresa do Centro Oeste entre as selecionadas.
Veja matéria aqui