Autor: Interface CTI

Saiba o que a agricultura pode esperar da tecnologia CRISP nos próximos anos

A capacitação de pesquisadores brasileiros nessa tecnologia é fundamental para que o país possa continuar como destaque da agricultura mundial Equipe do Laboratório Central de Biologia Molecular (LCBM) da UFLA*      A tecnologia CRISPR** é um método de edição genética que atua como uma “tesoura” molecular capaz de cortar qualquer sequência de DNA no genoma, permitindo o silenciamento ou introdução de novos genes. Para entender a edição genética, é preciso relembrar que o DNA é a molécula que contém a informação para o funcionamento de um organismo vivo, seja ele animal, planta ou micro-organismo. Como analogia básica, o DNA...

Leia mais

Atenção: o macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta precisa de ajuda

Financiamento coletivo procura apoio para pesquisa e preservação de primata que vive somente na área da Reserva No último dia 13 de abril, o Instituto Mamirauá, Reserva de Desenvolvimento Sustentável situada na região do Médio Solimões (AM), iniciou campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) para o programa de estudo e conservação do macaco-de-cheiro-de-cabeça-preta (veja site aqui). Trata-se de primata que vive exclusivamente na área da Reserva, em floresta alagada durante parte do ano, no espaço de 870 km2. É considerado o primata neotropical com menor distribuição geográfica. Outras espécies de macaco-de-cheiro habitam amplas extensões, em toda a Floresta Amazônica e...

Leia mais

Embrapa Pesca e Aquicultura lança livros com dados inéditos sobre o mercado da tilápia

Pesquisadores, técnicos, estudantes e interessados no tema já podem contar com um levantamento completo da cadeia da tilápia nos cinco principais polos produtores do peixe do Brasil, localizados no Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Ceará e São Francisco. São os livros Diagnóstico da cadeia de valor da tilapicultura no Brasil e Dimensão socioeconômica da tilapicultura no Brasil, lançados pela Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas, TO), disponíveis para download gratuito no site do centro de pesquisas. As obras apresentam dados inéditos levantados junto a diferentes elos da cadeia que compõem os principais polos produtivos de tilápia no país, incluindo informações sobre a história de desenvolvimento de cada polo, suas características produtivas e de mercado. Renata Melon Barroso, autora das publicações, conta que os dois livros são os principais produtos de seu projeto de pesquisa, de 2015 a 2017. “A tilápia é uma espécie que conta com muita informação, mas de forma dispersa e fragmentada. Daí tivemos a iniciativa de propor esse projeto, para sistematizar melhor os dados”, explica a analista da Embrapa, que fez questão de também realizar um levantamento socioeconômico de toda a cadeia. Com isso dados sobre mão de obra, a participação da mulher, geração de empregos e salários também foram apurados durante o estudo. A tilapicultura lidera a aquicultura brasileira em volume e mercado. Segundo Eric Arthur Routledge, Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pesca...

Leia mais

Abril: enzima mais potente para degradar plástico; vírus Zika pode ter resposta para tratar tumores…

…próxima fase da vacina para Aedes aegypti é teste em macacos; 100% da fazenda com energia solar… Ambiente Pesquisa melhora enzima que degrada plástico Agência FAPESP (José Tadeu Arantes) – De 4,8 a 12,7 bilhões de quilos de plástico são lançados anualmente nos oceanos. Mantida a tendência, a quantidade deverá decuplicar por volta de 2025. É o que revelou um estudo publicado na revista Science em 2015, com dados de 2010. Um dos fatores que fazem com que os plásticos sejam tão utilizados é justamente aquele que mais contribui para sua ameaça ao meio ambiente: a resistência à degradação....

Leia mais

Março: projeto SUCRE chega à segunda etapa para a eletricidade com palha de cana-de-açúcar…

…grupo mineiro do Instituto René Rachou pesquisa antimalárico de fácil produção e baixo custo…   Energia SUCRE inicia novos trabalhos de avaliação de viabilidade do uso da palha para geração de bioeletricidade em 7 usinas A equipe do Projeto SUCRE dará início, em 2018, aos estudos de viabilidade técnico-econômica e ambiental – com ênfase no balanço de emissões de gases do efeito estufa – do uso da palha da cana-de-açúcar para geração de energia elétrica em outras sete usinas do setor sucroenergético. Os conhecimentos obtidos na fase inicial do Projeto, com estudos extensos nas quatro primeiras usinas parceiras, serão...

Leia mais

Inscrições para a 13ª edição do prêmio Para Mulheres na Ciência começam dia 8 de março

Realizado desde 2006 pela L´Oréal, em parceria com a Unesco no Brasil e a Academia Brasileira de Ciências, o prêmio tem como objetivo promover e reconhecer a participação da mulher na ciência. As inscrições vão até o dia 20 de abril O L’Oréal-Unesco-ABC Para Mulheres na Ciência abre inscrições para sua 13ª no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Realizado desde 2006 pela L´Oréal, em parceria com a Unesco no Brasil e a Academia Brasileira de Ciências, o prêmio tem como objetivo promover e reconhecer a participação da mulher na ciência, favorecendo o equilíbrio dos gêneros no cenário brasileiro. Todo ano, sete jovens pesquisadoras das áreas de Ciências da Vida, Ciências Físicas, Ciências Químicas e Matemática são contempladas com uma bolsa-auxílio de R$ 50 mil a cada para dar prosseguimento aos seus estudos. As inscrições vão até o dia 20 de abril e as vencedoras serão conhecidas no início do segundo semestre. Para participar, é necessário que a candidata tenha concluído o doutorado a partir de 2011, tenha residência estável no Brasil, desenvolva projetos de pesquisa em instituições nacionais, entre outros requisitos. O regulamento completo está disponível no site www.paramulheresnaciencia.com.br. A cerimônia de premiação será realizada em outubro, no Rio de Janeiro....

Leia mais

Em fevereiro: proteína de planta promete avanços contra o HIV…

…feromônio sexual é “isca” para inseto do greening; usina vai produzir biogás a partir de resíduos orgânicos e de lodo   SAÚDE Em busca da cura para o HIV MCTIC – Cientistas da USP – Universidade de São Paulo e da Louisiana State University (LSU), dos Estados Unidos, conseguiram um feito inédito: matar células infectadas com HIV, inclusive as “adormecidas”, sem causar danos a células saudáveis. Tudo isso graças à proteína pulchellina, que é produzida a partir de uma planta típica da região Nordeste do Brasil. Veja o vídeo aqui Vacina de células-tronco consegue barrar desenvolvimento de cânceres O...

Leia mais

Veja as novidades do mundo bio anunciadas em janeiro

Fiocruz e USP lançam plataforma para dispositivos de diagnósticos; nova laranja transgênica resiste à principal praga que ataca a planta Fiocruz e USP lançam plataforma para criar dispositivos de diagnósticos Jornal da USP – Um esforço conjunto entre Fiocruz, USP, Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto pode levar o Brasil a uma  desoneração em torno de US$ 19 bilhões no déficit ocasionado pela importação de insumos da indústria biofarmacêutica na balança comercial brasileira. Veja a íntegra da matéria aqui Compostos do veneno de cascavel têm ação contra vírus da hepatite C Agência Fapesp...

Leia mais