(Ascom Conexa) O primeiro hub de inovação voltado ao agronegócio do Centro-Oeste foi inaugurado no último dia 18 e firma duas parcerias. Durante a cerimônia de lançamento do Conexa, foram assinados protocolos de intenções com o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e com a UFG (Universidade Federal de Goiás).

O objetivo das parcerias é promover o desenvolvimento e o fomento de startups e de iniciativas tecnológicas destinadas ao desenvolvimento do agronegócio, abrangendo as áreas operacionais, de produção, comercialização, logística, gestão, de ensino, pesquisa e extensão.  

Segundo o CEO do Conexa, Eduardo Bitu, é motivo de satisfação perceber que o de propósito de conectar a transformação do campo também é compartilhado por instituições tão relevantes. “Essa convergência do entendimento sobre os desafios do agronegócio e como podemos somar esforços com o mesmo propósito foi fundamental para a formalização de protocolos de intenção.”

Em relação à UFG, Bitu destacou que o conhecimento gerado na academia e uma agenda facilitada para construir soluções de forma colaborativa representa maximizar as possibilidades de superar os desafios na jornada da inovação. “Além disso, traz a possibilidade de proporcionar maiores oportunidades de empreendedorismo para jovens que desejem empreender conosco, formando um ecossistema colaborativo ideal.”

Para o reitor da Universidade Federal de Goiás, Edward Madureira Brasil, o hub terá um impacto relevante para o desenvolvimento tecnológico e socioeconômico do Estado de Goiás, a partir da criação de um ambiente de inovação e empreendedorismo para o impulsionamento de startups do agronegócio. “A parceria da UFG com o Conexa faz parte das ações voltadas à intensificação da interação da instituição com as empresas, para colocar o conhecimento e a pesquisa científica e tecnológica produzidos na Universidade a serviço da sociedade.” 

Segundo o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, hoje já não é mais possível falar em agronegócio sem citar inovação, tecnologia e conhecimento. “Toda forma de estimular inovações no campo é válida e é preciso incentivar projetos que possam contribuir para o desenvolvimento do setor. O Conexa é um ganho para Goiás, ampliando a transformação digital no campo, e a Secretaria de Agricultura atuará em parceria para fortalecer o ambiente das agtechs no Estado”, ressalta.